Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Vereadores aprovam repasse de recursos para ACD

Publicado em 08/11/2018 às 16:28 - Atualizado em 08/11/2018 às 16:28

Vereadores aprovam recursos para ACD
Créditos: ASCOM Baixar Imagem

Promover a inclusão social de pessoas com deficiências físicas, visuais e auditivas, além de fornecer apoio a seus familiares. Essa é a missão da Associação Canoinhense de Deficientes – ACD. Uma organização sem fins lucrativos e que desenvolve um dos trabalhos de assistência social mais importantes da região. Como toda instituição não governamental, no entanto, sobrevive de doações, promoções próprias e convênios.

Pensando em auxiliar a atividade da ACD, que apesar de ter sede em Canoinhas atende diversos cidadãos de Três Barras, foi que os vereadores aprovaram em definitivo a Redação Final do projeto que autoriza o executivo a repassar recursos financeiros para o custeio da instituição.

De acordo com o texto, o poder executivo poderá repassar até R$ 15 mil reais para ACD arcar com o custeio da instituição. A única ressalva da câmara, garantida através de uma emenda ao texto original, diz respeito sobre a impossibilidade de o recurso ser utilizado para o pagamento de servidores, prática vedada por lei federal.

A vereadora Dani Krailing (MDB) comentou que a aprovação era necessária pelo trabalho que a instituição realiza: “É uma instituição muito importante que atende pessoas de Canoinhas e Três Barras”, disse.

O vereador Edenilson Enguel  (PSD) também utilizou a tribuna para debater a questão, afirmando que muitas pessoas não enxergam o grande trabalho da ACD: “normalmente as pessoas só lembram dessas instituiçções na hora que precisam, infelizmente, mas o trabalho social e de apoio as famílias é muito importante”, destacou.

Enguel também pediu para que seja feito um repasse para APOCA – Associação de Pacientes Oncológicos de Canoinhas: “espero que assim como nesse caso da ACD, nós também possamos estar votando, em breve, o da APOCA, que é outra instituição que precisa muito”, defendeu.

O texto, que teve origem no executivo municipal, segue agora para sanção do prefeito Luiz Shimoguiri (PSD).


Galeria

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar