100%

Câmara aprova recurso para estudo técnico do desvio do Trânsito de Caminhões

Os vereadores de Três Barras aprovaram na última quarta-feira, 13, o projeto de lei que autoriza a prefeitura a contratar uma empresa terceirizada para realizar o estudo de qual é o melhor traçado no desvio do tráfego de caminhões no município. O tema é um dos principais desafios da cidade que recebe fluxo das rodovias SC 120 e PR 151. De acordo com o texto, a prefeitura fica autorizada a contratar uma empresa de consultoria para elaborar estudos e projetos para execução de um novo traçado interligando as rodovias, e assim, retirar o fluxo de caminhões da Avenida Rigesa. Uma citação da tribuna foi adicionada à ata da sessão, fixando como valor máximo para contratação a importância de R$ 50 mil reais. “O projeto veio do executivo, porém sem um valor máximo para contratação, então pedimos a informação do executivo e recebemos um ofício com a resposta de que o valor não ultrapassaria 50 mil reais”, comentou a vereadora Siomara Muhlmann Correa (PP). O vereador Ernani Wogeinaki Jr (PSB), argumentou que “o projeto veio com essa falha e seria importante que nos próximos constasse no corpo da lei, então que se registre em ata, e que confiando no ofício do executivo, meu voto é favorável”, justificou. Já João Fancisco Canani (PSB), destacou a importância do desvio: “eu estive em São Mateus do Sul quando o então governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), anunciou a obra que liga a cidade de Irati a São Mateus, essa obra deve começar em setembro e depois de finalizada o fluxo de caminhões estoura aqui em Três Barras, é urgente”, defendeu. O vereador Marco Antônio de Souza, Gorguinho (MDB), apesar de favorável, argumentou que “acha estranho que é um projeto autorizando o executivo a contratar uma empresa para ver qual é o melhor traçado, mas pelo que consta as obras já começaram, parece que o projeto está vindo um pouco tarde”, alertou. A votação foi unânime e segue para a sanção do chefe do executivo, Luiz Shimoguiri (PSD).

Notícias