100%

Vereadores debatem reestruturação do sistema de saúde tresbarrense

Uma longa discussão sobre a reorganização do sistema de saúde de Três Barras foi realizada na sessão da última quarta-feira, 13. Os vereadores gostariam de saber como funcionará o programa que a prefeitura pretende colocar em testes na próxima segunda-feira, 18. O assunto tomou quase uma hora do tempo destinado a Palavra Livre, momento em que os edis tratam de assuntos diversos, não pautados no Expediente e na Ordem do Dia. O debate iniciou quando o vereador Ernani Wogeinaki Júnior (PSB), solicitou que a vereadora Siomara Muhlmann Correa (PP), que também é funcionária da Secretaria de Saúde, levasse ao conhecimento do prefeito municipal, Luiz Shimoguiri (PSD), uma mensagem de descontentamento pela falta de informação à Câmara: “o que me deixou um pouco decepcionado é que não tivemos explicação sobre o que seria feito”, disse Júnior. Para o vereador “parece ser um projeto bom e que vai trazer melhorias na saúde” enalteceu, porém afirmou que “quando foi para extinguir os cargos do ESF – Estratégia de Saúde da Família – nós fomos chamados, muito embora nossa opinião não tenha sido levada em consideração”. Para ele “quando é pra avisar de demissão, rescisão de contrato, os vereadores são chamados pra assumir o ônus junto, mas para o bônus do bom projeto, somos deixados de lado”, reclamou. Apesar de acreditar no sucesso do novo programa, sugeriu cautela: “a gente vai ter que esperar um tempo pra saber se é bom, ou não é, porque o número – de funcionários – é reduzido, logo são menos pessoas envolvidas”, alertou. Júnior também esclareceu que os vereadores deveriam ter sido chamados “por consideração”, afinal, ainda segundo ele, “devem prestar explicações à comunidade”. O vereador também pediu respeito com a câmara “os poderes tem que ser independentes, mas harmoniosos como diz a constituição federal”, finalizou. Defesa do Executivo: A vereadora Siomara, logo após explanação do colega, fez uso da tribuna para esclarecer alguns pontos da reestruturação do sistema de saúde no município: “Tenho certeza que o prefeito vai chamar os vereadores para comentar essa mudança que também é nova para a equipe da saúde”. Ela explicou que a mudança baseia-se em uma nova lei sancionada em 2017 e que permite alterações na Atenção Básica da Saúde Pública: “o município vai ficar com três equipes de Saúde da Família, porém, vai manter a atenção básica com médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentistas e assistentes nas unidades já existentes”, esclareceu. A vereadora destacou que o novo programa que começará a ser implantado na segunda-feira, 18, será “o Saúde Mais Perto de Você, que realizará o atendimento domiciliar de pacientes, com médico, enfermeiro, técnicos de enfermagem, assistência social e fisioterapeuta”, comentou. O sistema vai tentar cobrir a demanda das Agentes de Saúde do programa ESF, que tinham atuação limitada: “as agentes não podiam realizar alguns procedimentos e o novo sistema vai permitir a aferição de pressão, fazer curativos e o médico vai poder fazer a consulta em casa”. Siomara disse ainda que “serão oito horas por dia desse atendimento”. A vereadora afirmou que apenas uma equipe irá iniciar o programa “será um teste”, porém, destacou que a prioridade será dos pacientes “oncológicos, deficientes, pós cirúrgicos, e acamados”. Ainda sobre o assunto, se disse entusiasmada com o programa e como técnica da saúde acredita no sucesso da ação “só nas unidades são cerca de 30 consultas diariamente em cada uma delas, fora as especialidades”, o que afirmou impedir que os médicos das unidades procedam com atendimentos domiciliares. O novo programa surge para suprir essa demanda. O Novo Programa De acordo com o site oficial, o Governo Municipal de Três Barras colocará em prática o atendimento domiciliar às pessoas com o programa “Saúde + Perto de Você”, previsto para iniciar no dia 18 de junho, com uma Unidade Móvel de Saúde percorrendo semanalmente três regiões do município. O cronograma prevê atendimentos toda segunda e quarta-feira no distrito de São Cristóvão; terças e quintas-feiras na sede do município (centro e bairros) e nas sextas-feiras no interior. A Equipe formada por médico, enfermeira e quatro técnicas de enfermagem estará realizando procedimentos básicos de saúde, atualizando cadastros, averiguando a necessidade de atendimentos médicos especializados ou de fisioterapia, bem como agendando a visita de assistente social, em casos específicos. Durante apresentação do novo modelo de gestão aos profissionais da área de Saúde, na sexta-feira (08), secretária Raquel Cunher Vieira disse que as mudanças buscam aprimorar os procedimentos já oferecidos e fazer com que as pessoas fiquem ainda mais próximas aos serviços públicos de saúde. Para realizar a melhoria divulgada, a prefeitura também precisou reorganizar os atendimentos. Os pacientes que residem no bairro Zilda Pacheco/Argentina passam a ser atendidos pela unidade de saúde José Sawinski (Posto Verde), no bairro João Paulo II; enquanto as pessoas que vivem no Km 02, no centro e no bairro Jardim Rio Negro serão assistidas pelos profissionais de saúde da unidade Pedro Toporoski (Posto Rosa), no bairro Vila Nova. Outra mudança diz respeito à Unidade de Saúde Central, que agora ficará reestrita aos atendimentos de urgência e emergência e de especialidades médicas. REPERCUSSÃO O assunto foi tratado com rapidez na esfera executiva. Ainda nesta sexta-feira, 15, o Prefeito Municipal Luiz Shimoguiri convocou os vereadores para uma reunião e apresentou a proposta.

Notícias

Pagamentos de honorários advocatícios com recursos do Fundeb estão suspensos
Pagamentos de honorários advocatícios com recursos do Fundeb estão suspensos

Estão suspensas todas as decisões que autorizaram o pagamento de honorários advocatícios contratuais em precatórios expedidos pela União para quitar diferenças de complementação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) devidas a Municípios. A decisão foi tomada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, na sexta-feira, 11 de janeiro, e terá validade até o julgamento pelo plenário da Corte. A questão trata da...

Nota técnica da CNM esclarece dúvidas sobre as estimativas do Fundeb para 2019
Nota técnica da CNM esclarece dúvidas sobre as estimativas do Fundeb para 2019

Todo início de ano, quando são divulgadas as estimativas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) para o exercício, surgem inúmeras dúvidas dos gestores municipais. Para esclarecer o assunto, a área de Educação da Confederação Nacional de Municípios (CNM) elaborou a Nota Técnica 03/2019. A publicação trata dos valores da receita anual do Fundo, além dos aspectos legais para utilização dos...