100%

Vereadores aprovam projeto de lei para compra de equipamentos para Polícia Militar

Os vereadores de Três Barras aprovaram por unanimidade o projeto de lei que autoriza o município a adquirir equipamentos para a Polícia Militar de Santa Catarina, a fim de facilitar o trabalho desenvolvido pela PM na cidade. Serão investidos até 20 mil reais para aquisição de Drones e Tablets. A pauta teve votação na última segunda-feira, 18. De acordo com o texto, o executivo está autorizado a adquirir o equipamento sugerido pela corporação e cedê-lo para utilização exclusiva em Três Barras. Com recursos próprios, será realizada a compra de 2 Drones, de avançada tecnologia e 1 tablet para o controle das aeronaves. Os equipamentos devem auxiliar o trabalho da polícia no monitoramento, realização de blitz, investigações entre outras ações das ações de polícia ostensiva. O vereador Laudecir José Gonçalves, Barriga (PR), destacou a parceria que vem sendo realizada com o executivo: “nós emitimos o parecer favorável para dar continuidade a um trabalho que a gente vem fazendo com o executivo para ajudar a polícia”, defendeu ao pedir aprovação dos colegas. Para Ernani Wogeinaki Jr (PSB), a aquisição de equipamentos tecnológicos “vai aprimorar o trabalho da PM, que realiza um excelente trabalho no município, apesar do baixo efetivo”, lembrou. Ele destacou ainda a aquisição, no ano passado, de uma viatura para a corporação instalada em Três Barras. Júnior disse que o “executivo municipal, apesar de ser uma atribuição do estado, vem investindo em segurança pública”. Fabiano José Mendes, Bano (PSD), apesar de favorável ao projeto, destacou que o município precisa, também, de desenvolvimento econômico e geração de empregos para melhorar a qualidade de vida das pessoas e evitar que elas entrem no mundo do crime. “Passou uma reportagem no fantástico, no último final de semana, e uma das características das cidades mais seguras do país, é que todas tem grandes empresas e bons empregos”, destacou. O projeto foi enviado para sanção do prefeito Luiz Shimoguiri.

Notícias

Pagamentos de honorários advocatícios com recursos do Fundeb estão suspensos
Pagamentos de honorários advocatícios com recursos do Fundeb estão suspensos

Estão suspensas todas as decisões que autorizaram o pagamento de honorários advocatícios contratuais em precatórios expedidos pela União para quitar diferenças de complementação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) devidas a Municípios. A decisão foi tomada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, na sexta-feira, 11 de janeiro, e terá validade até o julgamento pelo plenário da Corte. A questão trata da...

Nota técnica da CNM esclarece dúvidas sobre as estimativas do Fundeb para 2019
Nota técnica da CNM esclarece dúvidas sobre as estimativas do Fundeb para 2019

Todo início de ano, quando são divulgadas as estimativas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) para o exercício, surgem inúmeras dúvidas dos gestores municipais. Para esclarecer o assunto, a área de Educação da Confederação Nacional de Municípios (CNM) elaborou a Nota Técnica 03/2019. A publicação trata dos valores da receita anual do Fundo, além dos aspectos legais para utilização dos...