100%

Apesar de aprovação, projeto que autoriza tapa buracos em SC 120 tem longa discussão

Foi aprovado na última segunda-feira, 06, o projeto de lei que autoriza o município a realizar a manutenção e operação tapa-buracos na rodovia SC 120, que liga a sede de Três Barras à BR 280. Apesar de ter apoio unânime dos edis, causou polêmica e gerou uma longa discussão durante a sessão. Ainda assim, vai à sanção. Pelo texto, apesar da rodovia ser de responsabilidade estadual, fica o executivo autorizado a proceder com uma operação tapa buracos a fim de possibilitar o escoamento da produção e melhorar o tráfego para os munícipes. O projeto também autoriza o município a proceder com a colocação de tubos e construir as galerias pluviais, a fim de facilitar o escoamento das águas do Rio Barra Grande e assim evitar eventuais enxurradas em dias de chuva forte. O vereador João Canani (PSB) já havia apresentado indicação pedindo uma solução para a rodovia que encontra-se esburacada: “Logo que o Salvatti – ex secretário regional de Canoinhas – assumiu, nós fomos pedir a manutenção e conseguimos, mas, as canaletas ainda ficaram entupidas, aí em dia de chuva a água empoça e pode provocar acidentes, pra não falar do mato que está tomando o acostamento, não pode ficar desse jeito”, defendeu o projeto na tribuna. Discussão: Ao discutir a matéria e apesar de anunciar o voto favorável, o vereador Marco Antônio de Souza, Gorguinho (MDB), afirmou que o mesmo projeto já havia entrado em tramitação, mas que foi retirado pelo executivo devido um problema no texto, que transferia para o município a responsabilidade da manutenção da SC: “esse texto que estamos aprovando hoje, autoriza apenas uma manutenção”, destacou. Gorguinho citou que a responsabilidade de manutenção na SC 120 “é do estado”, destacando que o governo tem deixado a desejar: “o caos nas rodovias estaduais é geral”, alfinetou. O vereador ainda enviou um recado ao executivo: “Espero que o prefeito não use essa manutenção como desculpa para não dar manutenção nas vias municipais, que são de responsabilidade do executivo, a Avenida Rigesa não tem nem pintura”, relembrou. Já a vereadora Carla Shimoguiri (PTB) defendeu o projeto de lei: “apesar de a responsabilidade ser do estado, o município tem uma autorização para fazer a manutenção, o executivo quer dar mais segurança a quem trafega pelo local, e também, uma rodovia bem cuidada atrai mais investimentos para a cidade” garantiu. O vereador Ernani JR (PSB), apesar de concordar parcialmente com a alegação de Gorguinho, defendeu o texto, afirmando que “estamos votando a favor porque acreditamos que o prefeito irá proceder com a manutenção, é um voto de confiança” registrou. “O prefeito não está sendo omisso frente a um relaxo do Governo do Estado”, enalteceu. Para o vereador Laudecir José Gonçalves, o Barriga (PR), afirmou que a atitude do prefeito é “louvável”. Sem tirar o mérito das palavras de Gorguinho, Barriga ainda disse que o “prefeito tem dado atenção nas ruas da cidade e que ainda bem que o município tem dinheiro para fazer”, defendeu. Edenilson Enguel (PSD), também comentou o tema e parabenizou a atitude do prefeito: “a entrada de nossa cidade está feia, e sei que na medida do possível as coisas estão acontecendo”, ao registrar-se favorável a demanda.

Notícias